Se você procurar por aí, nos confins da internet, por uma lista de melhores animes shoujo, você possivelmente irá encontrar Toradora!, e merecidamente. Esse é um anime fantástico, principalmente pelas entrelinhas que mostram um amor diferente do que costumamos ver nos outros Shoujos. Um amor nascido do carinho e do cuidado.

 

AVISO: ESSE POST CONTÉM MUITOS SPOILERS!

Para entrar no clima que tal ouvir um pedaço da bela trilha sonora do anime enquanto lê?

Nesse anime somos apresentados a dois protagonistas: Takasu RyujiAisaka Taiga. Os dois se conhecem na escola, onde Aisaka Taiga é chamada de “tigresa de bolço” devido a ela ser baixinha e violenta (além de impulsiva, explosiva, pavio-curto…).  Ryuji acaba se envolvendo com Taiga por ser melhor amigo de Kitamura Yasaku, o garoto pelo qual Taiga é apaixonado. Como uma ironia do (mangaká) destino, descobrimos que Ryuji é apaixonado por Kushieda Minori, a melhor amiga de Taiga.

O anime continua e Ryuji descobre que Taiga mora sozinha em um apartamento logo ao lado do qual ele vive com a mãe. Ele vê que Taiga está lá em um certo estado de abandono e com fome. Ele começa oferecendo que ela jante na casa dele, até que todo dia ela acaba indo almoçar na casa do vizinho.

Eles se tornam cada vez mais amigos e começam a se ajudar mutuamente para namorarem seus “alvos românticos”.

Começo enfatizando que esse anime, como a maioria dos que já vi, começa bastante estranho. Taiga invade a casa de Ryuji para recuperar uma carta de amor que escreveu para Kitamura que acabou na mochila errada. Quando é descoberta sai distribuindo porrada com uma katana de madeira. No final da sova que Ryuji levou ele percebe que a garota está com fome e a convida para comer em sua casa. Temos que concordar que foi uma maneira bem estranha de juntar os protagonistas. Mas não me desagradou o bastante para que eu considerasse um ponto negativo. Eu já estava esperando por um começo bem estranho. Que aliás é o que devemos esperar sempre que começamos um anime novo. Lembre-se da regrinha de ouro: nunca subestime os japoneses, seja na inteligência ou na loucura.

Esse anime me apaixonou, eu confesso. Torci do começo ao fim para que Ryuji e Taiga acabassem felizes, seja com que par fosse. A trama é envolvente ao ponto de você se irritar com a ingenuidade de Minori em não ter olhos para Ryuji ou com porradas sem sentido que Taiga distribui sempre que fica zangada. Isso não é um ponto ruim, acredite!

toradora Takasu Ryuji Aisaka Taiga

Apesar de começar sem sentido (Oque infelizmente pode ter feito várias pessoas desistirem de assistir) o anime vai se explicando e se revela rico em detalhes e sub-tramas. A família de Taiga e Ryuji foram os pontos que mais enriqueceram nesse sentido. Com o passar do tempo entendemos o passado e os motivos de cada personagem, assim explicando porque eles agem como agem ou vivem como vivem.

Mas o anime não gira em torno das tramas familiares dos personagens mas sim da relação que eles tem entre si. Acho que todo mundo soube desde o começo que Ryuji iria abacar namorando Taiga. É evidente, não tem como negar. Talvez isso seja um ponto negativo, porém eu não o considero assim por causa de toda a trama que se envolveu para que ficassem juntos. A animação mostrou todas as fases que aconteceram até eles ficassem juntos. O crescimento da amizade entre eles, eles se ajudando para namorar Minorin e Kitamura, a confusão em que ficam quando começam a se gostar… até o primeiro beijo.

Amei especialmente a parte em que eles estão confusos, sem saber quem eles amam de verdade.

É difícil apontar pontos negativos, já que discordo da maioria que li em outras criticas. Por exemplo, não considero que a personalidade exagerada de Taiga seja uma falha já que isso contribuiu quase inteiramente para dar no que deu. Mas se tenho que apontar algo ruim aponto as cenas desnecessárias, como os episódios do natal. Apesar de terem ocorrido coisas importantes para a história nesses episódios  eu acho que poderiam ter acontecido mais condensadamente e em outro contexto.

É um anime incrível, recomendo para qualquer um, a não ser que você queira poupar algumas lágrimas.(Como eu disse com uma colega da internet:“O anime é bom o suficiente pra arrancar lágrimas de um lenhador bigodudo”).

About The Author

Jornalista, aventureiro da internet e assistidor de desenho animado, Daniel Marques é brasiliense, tenta continuar sempre aprendendo e jura que é uma pessoa legal.

Related Posts

7 Responses

  1. Milly Menezes

    Concordo com quase tudo que está ai…menos com a parte de que tinham cenas desnecessárias no natal!Uma das minhas cenas favoritas acontecem nesse período(bem que eu sou meio suspeita pelo fato de ser simplesmente apaixonada por Toradora). E tudo indica que eu seja mais insensível que um lenhador bigodudo T-T

    Responder
    • Daniel Arquimedes

      É verdade que nos episódios de natal acontecem coisas importantes, mas acho que poderiam acontecer de forma mais condensada sem a “enrolação” do natal. O anime é muito emocionante mesmo! XD Gosto muito dele!

      Responder

Leave a Reply

Your email address will not be published.