A animação como arte cinematográfica, desde o seu início, sempre parece estar separada do restante do cinema. A grande maioria dos filmes escolhem uma técnica a seguir e explora somente ela na maior parte de sua duração. Hoje, com o crescimento da computação gráfica, as animações começam a misturar as mais diferentes técnicas, mas o cinema “live action” continua, em sua maioria, sem se misturar com o mundo da animação.

Pra nós, que amamos animação, é uma grande felicidade assistir o cinema live action e o de animação se misturarem. Pensando nisso, separamos para vocês os melhores – ou mais memoráveis – filmes live action que apresentam cenas e sequências totalmente em animação. Veja só:

5 – A Pantera Cor de Rosa

Muita gente estranhou o fato de o filme “A Pantera Cor de Rosa”, lançado em 2006, ser um filme live action. Isso porque os brasileiros automaticamente fazem a ligação entre o título e a série animada de mesmo nome, ou “The Pink Panther Show”, em inglês. O que as pessoas não costumam saber é que o tal desenho animado teve sua origem em uma série de filmes live action, onde somente a sequência de abertura era protagonizada pelo personagem animado. Somente depois, com o sucesso do personagem, que foi produzida a série animada. Portanto, o filme de 2006 na verdade se trata de um “reboot” dos famosos filmes e, portanto, live action.

O primeiro filme da série foi lançado em 1963 e já contava com a pantera em sua sequência de abertura. Confira:

Confira também a abertura do filme de 2006:

Curiosidade: Lembra da famosa música tema da Pantera-Cor-de-Rosa? Ele concorreu ao Oscar de Melhor Trilha Sonora Original em 64.

4 – Priest

Apesar de normalmente uma animação de qualidade ser muito cara de se produzir, dependendo do contexto ela pode ser uma mão na roda para os produtores de um filme. E assim foi para os produtores de Priest. O filme precisava de uma cena que explicasse rapidamente todo a história de background daquele universo. Em vez de gastarem milhares de dólares com sets de filmagem representando meia dúzia de épocas diferentes, eles contrataram Genndy Tartakovsky, criador de “Samurai Jack”, “Laboratório de Dexter” e “Star Wars: Guerra dos Clones” para produzir a incrível animação que abre o filme live-action.

3 – He Named me Malala

A animação tem um poder muito grande de representar o que não conseguimos explicar. Essa é uma de suas mais fortes características, uma vez que surge das características herdadas tanto das artes visuais como da representação cênica presente no cinema. No documentário “He Named me Malala”,  a ganhadora do Nobel da Paz, Malala Youfazi, além de contar trechos de sua história, no início do filme conta um espécie de visão. Só poderia ser ilustrada com uma animação.

Veja a entrevista do IndieWire com Jason Carpenter, Diretor de Animação do filme (em inglês): link

2 – Harry Potter e as Relíquias da Morte

Muito marcante para os fãs de Harry Potter, é nessa sequência animada que o espectador é apresentado à origem das Relíquias da Morte. Segundo Dale Newton, supervisor de sequência da Framestore, studio responsável pela animação, o visual foi inspirado nas animações de teatro de sombras feitas entre os anos 30 e 50 pelo animado austríaco  Lotte Reiniger. Em sua entrevista para o site Fxguide (link), ele conta que foi ideia do diretor da animação (Ben Hibon) que ela trouxesse referências visuais dos teatros de sombra orientais.

1 – Kill Bill

Talvez a mais facilmente lembrada animação em filmes live action, “A Origem de O-Ren” segue a linha cheia de referências orientais do primeiro Kill Bill. Uma vez que toda a produção referencia os antigos filmes de samurai e de kong-fu, faz todo o sentido que cenas estilo “anime” fossem produzidas. Aliás, esse é o primeiro item dessa lista que foi produzida por uma equipe japonesa.

O estúdio responsável pela produção foi o Production I.G, muito famoso por Ghost in The Shell, Guilty Crown e Kuroko no Basket. Segundo o produtor, Katsuji Morishita, em entrevista ao site CG Society (link), o próprio Tarantino procurou a produtora, já com o roteiro pronto e já decidido do estilo que as cenas teriam.

No total, o Production I.G. produziu 4 sequências inteiras em animação, acompanhando a história e evolução da personagem O-Ren. Mas cuidado ao assistir: ainda é um filme do Tarantino, então espere muito sangue e violência.


Bônus 1: Death of a Superhero

Bônus 2: Diário de um Banana



About The Author

Jornalista, aventureiro da internet e assistidor de desenho animado, Daniel Marques é brasiliense, tenta continuar sempre aprendendo e jura que é uma pessoa legal.

Related Posts

Leave a Reply

Your email address will not be published.